Os 3 carros que menos desvalorizam em cada categoria

Trabalhar com a revenda de automóveis exige um aprendizado constante Afinal, é...

Trabalhar com a revenda de automóveis exige um aprendizado constante. Afinal, é conhecendo o seu segmento que você tem a oportunidade de fazer compras melhores, identificando os modelos com a melhor rentabilidade e vazão de mercado.

Por isso, aproveitamos o post de hoje para listar os carros que menos desvalorizam em suas respectivas categorias. Para que não restem dúvidas, abordamos as principais curiosidades do tema, explicando o que é a desvalorização e quais foram os modelos acom o menor índice no mercado. Então, não perca tempo e acompanhe!

O conceito da desvalorização

Basicamente, a desvalorização é uma forma de estatística que observa os preços de um modelo no mercado. Com isso, é possível identificar a curva histórica, que é a queda natural dos preços em função da passagem do tempo. Com uma análise prolongada, o instituto de pesquisa consegue apontar a porcentagem média com que um preço caiu ao longo do tempo. Por conta disso, quanto maior o índice, maior a desvalorização.

Os carros que menos desvalorizam em suas categorias

Agora, chega o momento de conhecer alguns dos modelos com o menor índice de desvalorização no mercado. Ao todo, listamos doze veículos, três para cada tipo de carroceria, contemplando hatches, sedans, picapes e SUVs.

Como referência, utilizamos os dados da organização Kelley Blue Book, um polo referencial de pesquisa automotiva em todo o planeta. Um detalhe importante sobre esse levantamento é que ele analisou os preços praticados no primeiro semestre de 2019. Então, vamos lá!

Os 3 hatches com a menor desvalorização

A começar pelos mais compactos, que não por acaso, costumam figurar entre os carros mais vendidos em nosso país. Veja só!

1. Toyota Yaris — desvalorização de 2,01%

O compacto médio conquistou a façanha de ser o terceiro veículo com a menor desvalorização no mercado nacional. Basicamente, isso se dá por uma boa demanda no segmento dos seminovos e toda a confiabilidade atrelada à marca japonesa.

2. Volkswagen Golf — desvalorização de 2,27%

Ocupando a 4ª colocação dos menos desvalorizados, o hatch alemão impressiona. O bom conjunto mecânico somado ao desenho faz com que esse seja um veículo muito solicitado nas revendas, com uma depreciação equilibrada, sem apresentar riscos ao lojista ou ao futuro proprietário.

3. Volkswagen Fox — desvalorização de 2,65%

O Fox não compartilha dos mesmos méritos de seu irmão de marca. Afinal, trata-se de um projeto bem mais simples e popular. No entanto, essa funcionalidade é bem vista pelo mercado, que o posiciona como o 5º veículo menos desvalorizado do país.

Os 3 sedans com a menor desvalorização

Agora, vamos para alguns modelos que já fizeram muito sucesso no mercado nacional — apesar dos esforços dos SUVs para mudar esse cenário. Dê uma olhada!

1. Volkswagen Virtus — desvalorização de 3,57%

Nada menos do que a versão alongada do Polo, esse é um modelo de dimensões compactas com um conjunto bastante funcional de equipamentos. Dada à aceitação do público e da crítica especializada, o Virtus se consolidou no mercado, apresentando baixa desvalorização na carroceria em que esses índices são os mais altos.

2. Toyota Yaris — desvalorização de 3,62%

Essa é a variante longa do Yaris Hatchback. Mecanicamente, ambos compartilham todos os componentes, sendo projetos idênticos. O sedan se posiciona nesse ranking pelo mesmo motivo que a versão mais compacta: a confiabilidade em torno de sua fabricante.

3. Mercedes-Benz Classe C — desvalorização de 4,17%

Eis que chegamos no primeiro veículo de luxo desta lista. Durante o período dessa pesquisa, o Classe C representava a porta de entrada aos sedans da marca, posto que hoje é ocupado pelo Classe A, um modelo mais compacto e inspirado no hatch médio da estrela alemã.

As 3 picapes com a menor desvalorização

Já aqui, chegamos em um segmento mais comercial, e por conta disso, a desvalorização tende a ser bem mais suave do que a vista entre os sedans. Veja só!

1. Toyota Hilux — desvalorização de 1,92%

Para muitos consumidores, a Hilux une o melhor de todos os mundos: a qualidade técnica da Toyota, o excelente pós-vendas da marca e a robustez mecânica para ambientes de trabalho. Por conta disso, o modelo tem uma demanda alta, que colabora para que ele seja o 2º veículo com a menor desvalorização no mercado brasileiro.

2. Mitsubishi L200 Triton — desvalorização de 2,66%

Apesar de não ser tão usada no ambiente agrícola ou da construção civil, as Tritons sempre tiveram um público cativante entre os entusiastas do off-road. Para os trilheiros, os modelos Mitsubishi são uma referência eterna de resistência, força e valentia.

3. Volkswagen Saveiro — desvalorização de 5,52%

Então, chegamos a única pequenina no pódio. Dizemos isso porque as dimensões da Saveiro são consideravelmente menores que as da primeira e segunda colocada. Ainda assim, o modelo é uma referência entre o público mais jovem, que busca a praticidade de uma picape para os deslocamentos urbanos.

Os 3 SUVs com a menor desvalorização

Por fim, os utilitários esportivos. Em grande parte, esses modelos são responsáveis pelo desaparecimento das peruas e sedans, pois combinam em uma carroceria as principais demandas do consumidor moderno: espaço, imponência e estilo. Dê uma olhada!

1. Peugeot 5008 — desvalorização de 0,59%

Simplesmente, o veículo com a menor desvalorização do Brasil! O 5008 impressionou a muitos analistas do segmento, pois representa uma nova página no posicionamento da marca francesa no mercado nacional, com uma abordagem de veículos globais, tecnológicos e com desenhos altamente futuristas.

2. Volvo XC60 — desvalorização de 2,72%

Em 7º lugar na colocação geral, o utilitário sueco demonstra mais um forte argumento a seu favor. Além de ser um modelo referencial em termos de conforto e segurança, o XC60 entrega uma série de mimos e tecnologias para fazer com que seu condutor se sinta no futuro.

3. Toyota SW4 — desvalorização de 3,60%

Para encerrar, temos o legítimo carro para famílias grandes. Em essência, a SW4 é a variante SUV da própria Hilux, compartilhando uma série de componentes mecânicos e hidráulicos com a popular caminhonete japonesa.

Os 3 carros que mais desvalorizaram em suas categorias

Agora vamos inverter o cenário! Para isso, olhamos o extremo oposto da pesquisa, selecionando os três modelos que mais perderam valor em suas respectivas carrocerias. Veja só:

  • hatches — Ford Focus (16,18%), Ford Ka (14,12%) e Fiat Uno (13,58%);
  • sedans — Ford Focus Fastback (17,76%), Ford Ka Sedan (15,91%) e Fiat Grand Siena (14,35%);
  • picapes — Fiat Toro (18,06%), Fiat Strada (17,83%) e Renault Duster Oroch (14,73%);
  • SUVs — Ford EcoSport (13,57%), JAC T50 (13,25%) e Suzuki S-Cross (12,26%).

Como você pôde ver, a desvalorização é uma certeza para todos os modelos. Ainda assim, é importante analisar conteúdos como este, pois você identifica casos surpreendentes como o do Peugeot 5008 e estuda com mais cuidado a compra de modelos muito desvalorizados, tal como a Fiat Toro e a Fiat Strada.

Agora que você conheceu os carros que menos desvalorizam, complemente esse conhecimento com outro material exclusivo sobre o mercado, em que ensinamos como é possível vender ainda mais rápido!

Receba nossos conteúdos em seu e-mail

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.