O que é uma mailing list e como criar uma?

Como você sabe, o engajamento é uma das partes mais importantes no relacionamento com...

Como você sabe, o engajamento é uma das partes mais importantes no relacionamento com os seus clientes. Agora, isso tem um peso ainda maior por conta da crise causada pela pandemia do novo Coronavírus. Por isso, aproveitamos o momento para elaborar um conteúdo especial para a sua estratégia de marketing.

Afinal de contas, você sabe o que é uma mailing list? Caso não, sem problemas! O nosso objetivo é, justamente, ensinar tudo o que você precisa saber sobre o tema, destacando as curiosidades mais comuns e importantes no uso dessa técnica. Não perca tempo e acompanhe!

O que é uma mailing list?

Nada mais, do que uma lista de e-mails. A mailing list é uma estratégia bastante antiga no universo do marketing, sendo utilizada antes mesmo da revolução digital. À época, marcas e empresas utilizavam os correios para a distribuição de suas novidades, promoções e informativos.

Felizmente, o conceito se demonstrou funcional o bastante para ser transportado à era digital. Hoje, as empresas gerenciam grandes listas de contatos de e-mails, por meio das quais enviam seus conteúdos diretamente para as caixas de entrada dos seus clientes.

Por conta disso, essa é uma das táticas mais importantes para uma boa estratégia de marketing digital, pois garante uma ponte direta para a distribuição da sua marca até o seu público. Tecnicamente, uma boa estrutura de mailing list deve considerar três pontos:

  • captação de leads;
  • produção de conteúdos;
  • ferramenta para a gestão da estratégia.

De maneira geral, a captação é a parte mais importante, pois é a principal responsável pelo aumento da sua base de contatos. Para captar esses e-mails, você pode implementar uma assinatura de newsletter na sua página inicial, estimulando o usuário a cadastrar a informação para manter o contato.

A segunda parte é a produção de conteúdos, que abastecem as suas redes sociais. Esse tipo de material mantém a sua presença viva nas redes dos clientes, sustentando o reconhecimento da sua marca. Além disso, os conteúdos podem ser utilizados como justificativa para a sua newsletter.

Por fim, as ferramentas utilizadas na gestão da estratégia. Pode ser que você já conte com um software de CRM completo para a gestão de marketing do seu negócio. Em outros casos, a operação pode contratar ferramentas exclusivas à estratégia de mailing list.

O objetivo dessas plataformas é centralizar sua base de contatos, programando, automatizando e acompanhando o desempenho das suas campanhas. Assim, você monitora a taxa de abertura e descarte dos e-mails, entendendo o que é necessário para tornar os envios cada vez mais atrativos e eficientes.

Como estruturar uma mailing list da forma certa?

Com tecnologia e organicidade. O primeiro fator é bastante óbvio. Sendo uma estratégia digital, é natural que você precise de soluções modernas para garantir a fluidez das suas campanhas. Nesse sentido, é importante contratar boas ferramentas de e-mail marketing.

Tecnologia

Alguns exemplos consolidados no mercado são MailChimp, Sendinblue e Drip. Além disso, você sempre terá a oportunidade de profissionalizar ao máximo as suas estratégias de marketing e publicidade, contratando uma agência especializada para ajudar nesses objetivos.

Integrando o atendimento ao cliente online à plataforma de e-mail marketing, você tem a estrutura necessária para fazer as campanhas, ou seja, criar e disparar os e-mails que irão chegar na caixa de entrada dos seus clientes. Mas além disso, existe outro detalhe importante na criação da sua mailing list.

Organicidade

Leia-se: a qualidade do que é orgânico. A sua lista de e-mails deve refletir leads reais, captados organicamente, em interações nas quais os próprios consumidores oferecem suas informações. Isso é fundamental para estabelecer uma relação transparente e amigável com o cliente.

Afinal de contas, esse é um tema supervisionado pela Lei Geral de Proteção de Dados, a 13.709/2018, que no Artigo 2º destaca a importância da autodeterminação informativa, que remete ao conceito de que o indivíduo tem o direito ao controle das suas informações a ao respeito à sua privacidade.

A alternativa — que frisamos: é ilegal — seria a compra da lista de e-mails. Além de configurar uma invasão de privacidade, essa é uma estratégia que oferece resultados deploráveis. As pessoas buscam essas listas de marketplaces duvidosos, adquirindo um bloco de notas ou um arquivo CSV repleto de contatos de possíveis consumidores em uma região.

Fundamentalmente, isso é um erro por duas razões. O primeiro é a cumplicidade com uma prática potencialmente criminosa, pois vale lembrar que e-mails são informações sigilosas de contato, sendo comparativamente, o “endereço da sua casa” na internet.

Para que uma lista dessa seja comercializada sem os devidos acordos de confidencialidade, algum processo de extração de dados precisou ser feito, seja por uma prática cibercriminosa, seja por um ato de negligência no ambiente de trabalho. O segundo ponto é a ineficiência de uma lista pronta.

Atualmente, os provedores de e-mail contam com mecanismos bem sofisticados para barrar a entrada de correspondências não desejadas. Isso significa que e-mails com os quais o seu cliente nunca teve contato tendem a ser colocados na caixa de spam, reduzindo drasticamente a visibilidade e a credibilidade da sua campanha.

Quando você tem uma captação orgânica, o próprio cliente informa o e-mail ao seu sistema. Assim, quando você dispara uma campanha a esse cliente, o provedor dele não reconhecerá a sua mensagem como uma ameaça, permitindo que você chegue à caixa de entrada desse consumidor.

Qual a importância da mailing list para o seu negócio?

Visibilidade, brand awareness, engajamento e conversão. De uma maneira geral, esses são os quatro argumentos que justificam o uso da estratégia na sua operação. Entenda!

Visibilidade

Uma boa campanha de e-mail pode manter a sua marca viva no imaginário do cliente, apresentando as suas soluções na visão periférica do consumidor e funcionando como uma publicidade subliminar.

Brand awareness

Em complemento à visibilidade, o e-mail marketing oferece a mesma qualidade de qualquer outra campanha publicitária: o reconhecimento da sua marca como algo profissional e destacável.

Engajamento

Com bons conteúdos, você promove tráfego às suas páginas e produtos, aumentando o seu público recorrente e maximizando a sua exposição aos consumidores e suas novas compras.

Conversão

Por fim, a conversão. Com mais público visitando o seu site, os seus artigos, produtos e anúncios, você aumenta sua exposição. Proporcionalmente, cresce o seu número de vendas.

Como pôde ver, a estratégia de mailing list e e-mail marketing se combinam para aumentar a sustentabilidade do seu negócio. Dessa forma, automatiza a captação de novos clientes e as suas abordagens de contato com esses consumidores.

Agora, aproveite o momento para continuar aprendendo sobre novas tendências para a modernização do seu negócio, assinando a nossa newsletter!

Receba nossos conteúdos em seu e-mail

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.