O futuro do setor automotivo por Lukas Draginas, da OLX Europa

Afinal de contas, como será o futuro do consumo no setor automotivo Essa é uma dúvida...

Afinal de contas, como será o futuro do consumo no setor automotivo? Essa é uma dúvida comum dos nossos leitores. Por isso, elaboramos este conteúdo, dedicando atenção especial ao Lukas Draginas, a ilustre presença do nosso último evento digital, o OLX Talks!

O nosso objetivo é recapitular os principais destaques desse bate-papo, salientando tudo o que você, atuante do segmento automotivo, precisa saber para aprimorar as suas estratégias e seguir no mercado. Portanto, não perca tempo e acompanhe!

A OLX Talks e Lukas Draginas

Caso não saiba, a OLX Talks foi um evento 100% digital promovido pela OLX no dia 22 de setembro. O objetivo da iniciativa foi jogar luz sobre os mercados, reunindo especialistas de várias áreas para discutir os impactos da crise em todos os setores — especialmente imobiliário e automotivo.

Disponibilizamos o link do evento gravado, que você pode conferir em nosso canal no YouTube. No entanto, além de levantar insights importantes acerca do mercado, o OLX Talks foi particularmente especial para o setor automotivo.

Dizemos isso porque uma das sessões foi composta por uma conversa exclusiva comLukas Draginas, que é Diretor de Autos na OLX Europa. A entrevista em si foi conduzida por Marcos Leite, Chief Operating Officer da OLX Brasil.

O objetivo foi salientar as principais curiosidades acerca da pandemia e seus respectivos efeitos no mercado de autos. De sua posição, Lukas ofereceu detalhes importantes sobre o segmento europeu, trazendo paralelos interessantes à realidade brasileira.

A proposta de valor da OLX Europa no cenário atual 

Estimulado a falar da operação da OLX Europa, Lukas destaca uma atuação firme, tanto na estratégia vertical como horizontal, nos principais mercados do circuito europeu, portanto, Polônia e Portugal.

Tecnicamente, essa formação possibilita uma proposta 2 em 1, ou seja, todos os vendedores desses mercados podem contar com o benefício de utilizar uma única plataforma, a OLX, e assim aparecer em vários outros portais simultaneamente, economizando o tempo do lojista.

Esse é um detalhe especial, pois o mercado europeu é bem movimentado por operações de importação e exportação. Além disso, Lukas aponta um novo foco da OLX Europa, que agora dedicará mais atenção às transações, tornando a experiência ainda mais prática, eficiente e segura, tanto para quem vende como para quem compra.

Os impactos do coronavírus no mercado automotivo

Assim como no Brasil, os efeitos do coronavírus na Europa foram severos e noticiados por todo o mundo. Sobre o tema, Lukas destaca que muitas ideias precisaram ser congeladas frente aos desafios da pandemia. Aqui, ele nos conta que, entre a metade de março e a maior parte de abril, nada aconteceu.

Afinal, era um cenário de medo, em que consumidores e empresas foram mergulhados nos receios da pandemia. Como se esperava, a crise se agigantou na frente de todos, fazendo a imprevisibilidade disparar junto do medo — o que, invariavelmente, impactou o comportamento de consumo.

Durante tal período, as transações despencaram 50% e apenas as compras essenciais movimentavam o mercado. Como resposta, o continente enxergou a estagnação plena de seus setores. Então, proporcional e paulatinamente, a confiança voltou a abastecer os mercados.

Esse movimento foi especialmente engatilhado com a abertura gradual da economia e, conforme as pessoas retornavam às ruas e os estabelecimentos reabriam, o consumo tornou a movimentar a economia europeia — logicamente, com menos vigor que o período anterior à Covid-19.

Inclusive, sobre isso, Lukas levanta uma observação importante. No momento da entrevista — setembro de 2020 —, constata-se um número 10% menor na quantidade de transações, quando se compara com o período anterior à pandemia. Apesar de representar uma queda, é um resultado promissor, pois indica a recuperação econômica em andamento.

As melhores dicas para concessionárias, vendedores e consumidores

Questionado sobre a atuação dos lojistas em um futuro após a Covid-19, Lukas foi categórico: “o que observamos é que aqueles que sobrevivem melhor são aqueles que se adaptam mais rápido”. Em alusão a isso, Lukas argumenta que muitos olharam o inventário, apenas esperando por dias melhores.

Ou seja, a recuperação tende a ser mais explosiva e eficiente para aqueles que identificam as oportunidades e agem estratégica e rapidamente para aproveitá-las. Um exemplo disso é sobre a importância do investimento em marketing, publicidade e visibilidade digital, estando onde o cliente está.

Além disso, tanto Marcos como Lukas salientaram a revolução proposta pelos anúncios com vídeos. Como se esperava, esse formato amplia consideravelmente a atratividade dos anúncios, seja no mercado imobiliário online, seja no setor automotivo.

Para além disso, também foram salientados pontos como a importância de contar com um controle de estoque claro, objetivo e eficiente e a necessidade de investir em operações e soluções inteligentes, optando pela modernização e digitalização do negócio, evitando ficar à própria sorte ou azar do setor.

Por fim, os consumidores não ficaram de fora desse bate-papo. Aqui, Lukas destacou as ações que a OLX Europa oferece para facilitar a interação do consumidor com a plataforma, como a importância em verificar o histórico do veículo e o estudo de soluções alternativas para caso o comprador não tenha a quantia de dinheiro disponível — ou seja, apresentar condições de pagamento.

As melhores formas de se preparar para o futuro desse mercado

Como apontamos, a sobrevivência no setor é proporcional à sua velocidade de adaptação. Para isso, é importante estar antenado nas movimentações do mercado e nas novas gerações de consumidor, assim como acontece com as mudanças no perfil do cliente automotivo.

Em segundo momento, vale destacar que a digitalização é um caminho sem volta. A pandemia foi um catalisador poderoso na alavancagem da transformação digital sobre a sociedade, antecipando uma evolução que poderia levar décadas para se concretizar.

Daqui para frente, os consumidores estão mais e mais familiarizados com as soluções digitais, o que permanecerá ressoando nas futuras gerações. Sobre o setor automotivo, o risco pandêmico reacendeu o interesse em proteção individual, fazendo com que as compras de carros voltem a ser uma prioridade até mesmo entre a nova geração, que era mais desapegada desse tipo de aquisição.

No entanto, essa é apenas a ponta do iceberg. Para mergulhar em todas as ideias, tendências e argumentos levantados durante a entrevista, basta acessar nosso link especial para a conversa.

Aproveite ainda para compartilhar esse texto nas suas redes sociais!

Receba nossos conteúdos em seu e-mail

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.