Trabalho remoto: as 6 regras para um home office produtivo

A rápida disseminação do novo coronavírus (COVID-19), causador do atual surto viral,...

A rápida disseminação do novo coronavírus (COVID-19), causador do atual surto viral, levou muitos profissionais a adotarem o trabalho remoto. Dessa forma, a distância social torna-se mais eficiente, visto que essa prática pode reduzir a dissipação dessa doença.

No entanto, essa modalidade de trabalho traz algumas características pontuais. O maior benefício é a garantia de saúde e bem-estar, pois não é preciso sair de casa, acordar muito cedo, gastar dinheiro com transporte e se preocupar com o trânsito em horários pico.

Por outro lado: pode ser mais fácil procrastinar atividades e perder a concentração ao trabalhar sem a presença de colegas e clientes, visto que os objetos de descanso ou lazer ficam por perto. Logo, o home office exige uma boa dose de motivação. Pensando nisso, reunimos tudo que você precisa saber para trabalhar em casa de maneira produtiva. Confira!

Os maiores desafios do trabalho remoto

Essa modalidade de trabalho traz diversos desafios que precisam ser superados para garantir máxima eficiência dentro de casa. Veja a seguir.

Disciplina

O home office exige muito foco e disciplina. Portanto, é necessário definir uma rotina que garanta bons resultados. Afinal, o que muda é a forma de trabalhar, sendo que a relação de prestação de serviço por dinheiro permanece a mesma. O objetivo está em concentrar-se na comunicação, na qualidade e nos prazos. Isso é muito importante para bater metas de vendas, por exemplo.

Carteira de clientes

Inicialmente, a forma de contato com o público muda um bocado, mas a geração de leads por meio de canais digitais é bastante viável nesse período de isolamento. Ao migrar de uma atividade convencional de vendas para o trabalho remoto, por exemplo, basta considerar as necessidades virtuais da carteira de clientes a fim de prestar um atendimento eficaz com foco na solução de dúvidas para fechar negócios.

Distrações

A casa é um ambiente repleto de distrações, por isso, é preciso se organizar muito bem para não perder o foco. Portanto, reserve um local mais afastado para evitar interações ou pausas frequentes, por exemplo.

Por conta do isolamento social, a necessidade de falar com os familiares pode surgir naturalmente, mas é importante conversar com moderação durante o expediente — deixe isso para os intervalos. Dessa forma, você se torna mais produtivo e, após concluir suas obrigações profissionais, terá tempo de sobra para dar toda a atenção do mundo para sua família.

Interação

Para favorecer o cumprimento de metas no home office, é necessário contar com orientação e acompanhamento de tarefas. Isso é muito importante para melhorar o desempenho diário. O contato com colegas e gestores é fundamental para que você, mesmo a distância, tenha bons resultados.

6 regras para o home office ser produtivo

Após conhecer os maiores desafios do trabalho remoto, vamos às recomendações para melhorar sua performance profissional em casa.

1. Crie normas para marcar o início e o fim do expediente

Pessoas que trabalham em empresas são mais predispostas para iniciar e finalizar seus afazeres em relação às que fazem home office. Isso porque a movimentação de colegas e clientes, assim como o deslocamento até o local trabalho, ajudam a definir o tempo do expediente. Já em casa, você não conta com os mesmos fatores ou elementos temporais.

Nesse sentido, é preciso criar rituais para começar e encerrar o dia. Você pode definir o início da sua jornada da seguinte forma: levantar assim que o despertador tocar, tomar café da manhã, trocar de roupa, arrumar a mesa de trabalho, alongar-se e encher uma garrafa d’água. Já para encerrar o dia: fazer exercícios físicos, ajudar nos afazeres domésticos e conversar com a família. Seguir essas regras garante um trabalho remoto organizado e produtivo.

2. Organize sua rotina em blocos concentrados de trabalho

O maior obstáculo de quem trabalha em casa é a distração. Uma forma de evitar esse problema é o estabelecimento de tarefas em blocos de uma ou duas horas, nos quais você se concentra em vencer todas as interferências externas.

Quando se está focado em um bloco de trabalho, você desliga tudo, mensagens, e-mail, redes sociais, até mesmo o telefone. É incrível como essas pequenas atitudes fazem com que você seja mais produtivo. Estar em casa torna mais fácil de evitar distrações, pois ão tem como desligar o telefone da sua mesa no escritório/empresa ou evitar ser puxado para uma conversa, por exemplo e a depender, claro, da sua realidade em casa.

Tenha critérios definidos com as atividades que precisam ser concluídas. Logo, antes de começar seu dia, liste os compromissos e tarefas que devem ser finalizados até o término do expediente. Diferentemente dos dispositivos eletrônicos, somos monotarefa e realizar uma atividade por vez é a melhor forma de garantir a produtividade.

3. Marque o seu “território” dentro de casa

Ainda que você converse com pessoas que moram sobre o mesmo teto, às vezes é complicado ter paz e silêncio para trabalhar. Uma sugestão para evitar interrupções é demarcar um ambiente dentro de casa que será o seu lugar — onde não incomodarão você de forma alguma.

É bom que seja um cômodo com porta. Caso isso não seja possível, defina um “canto” somente seu, destinado unicamente ao trabalho remoto. Para isso, é necessário que o local seja distante das áreas mais movimentadas da casa.

4. Vista-se para trabalhar

Quando o assunto é conforto, certamente nossa casa é muito mais convidativa do que a empresa. No entanto, isso não deve significar um desleixo exagerado durante o home office.Por exemplo, passar o dia de pijama pode colocar o seu desempenho em xeque.

Não estamos falando para você trabalhar com vestes formais, mas é importante vestir uma roupa confortável e profissional, a fim de favorecer o seu psicológico. É importante que você sinta que está trabalhando, logo, seu vestuário precisa indicar isso.

5. Se possível, conte com móveis confortáveis

Pode ser que em alguns momentos você não resista à tentação de trabalhar na cama ou no sofá. Permanecer em uma postura como essa pode dar conforto no início, mas após um tempo pode levar à perda de foco, dores e até lesões, principalmente na coluna. Logo, é recomendado ter uma ergonomia adequada e adquirir mobílias funcionais.

Escolha uma mesa e uma cadeira que sejam compatíveis com sua altura e peso. Se possível, aproveite essa oportunidade, pois, na empresa, você não pode comprar outros móveis, precisa utilizar os disponíveis. Vale a pena montar uma estação de trabalho de qualidade. Pense nisso.

6. Atenção à tecnologia

Essa é uma das principais regras para um home office eficiente em tempos de pandemia. Para isso, mantenha os hardwares e softwares atualizados e em perfeito funcionamento. Se houver erros recorrentes nesses recursos, arrume tudo. Caso seja necessário, chame um técnico. Além disso, vale conhecer o básico de informática para “apagar incêndios” em momentos de urgência. Existem cursos básicos grátis na web.

Por último, ter uma internet rápida e constante é indispensável para garantir sua produtividade. Isso também vale para o telefone. Se ele for da empresa, excelente. Agora, se for utilizar seu próprio smartphone, preste atenção para não ficar no prejuízo. Fazer ligações por aplicativos de mensagem é uma opção bastante econômica.

Com essas dicas, você terá uma rotina de trabalho remoto eficiente e produtiva. O segredo está em transformar essas práticas em hábito para que sua jornada de home office fique mais agradável. Com o passar dos dias, você seguirá essas regras com mais foco e naturalidade. Teste e comprove!

Se você gostou deste conteúdo e quer ficar por dentro de novidades, não deixe de assinar nossa newsletter semanal para receber conteúdos relevantes nesse período de quarentena.

Receba nossos conteúdos em seu e-mail

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.