O futuro é agora: confira as projeções para o mercado automotivo

Veja as tendências e tecnologias que podemos esperar no futuro do mercado.

O primeiro dia do Conecta Autos já começou acelerando os motores em direção ao futuro. Logo após a abertura, a Diretora de Macroeconomia do Santander, Ana Paula Vescovi, apresentou o cenário econômico e as projeções do mercado para 2022. Na sequência, Daniela Klaiman, futurista, especialista no comportamento do consumidor e um dos principais nomes da futurologia do Brasil, apresentou a palestra “Mindset para o Futuro”  trazendo diversos insights sobre o que podemos esperar de tendências e como nos preparar para essas mudanças.

Em seguida, Marina Willisch, Vice-Presidente da General Motors América do Sul, e Ricardo Ichiai, Diretor de Vendas da Volvo, participaram de um bate papo “Carros do Futuro e o Impacto nas Vendas” com o jornalista Alex Ruffo, apresentando quais as tecnologias estão por vir nos próximos anos no setor.

Economia de Confiança: o que é e como afeta o mercado

Além de vivenciar o agora e aprender com o passado, saber o que esperar do futuro é um passo fundamental para o planejamento do seu negócio. Em sua palestra, Daniela trouxe diversas tendências que já estão em andamento no mundo e que, de acordo com especialistas, irão ganhar forças nos próximos anos, como a chamada Economia de Confiança – que é a retomada da relação de confiança entre as pessoas e marcas graças ao crescimento e estabilização das plataformas digitais no mercado, como a OLX, por exemplo.

A Economia de Confiança abre portas para geração de empregos, prestação de serviços e estimula negócios através do mundo digital.

“Tudo isso acontece pelo poder do coletivo. Quando a confiança é estimulada há um aumento no valor da marca, já que o maior ativo que se tem são as pessoas e os dados que essas pessoas trazem para o negócio”, explica Daniela.

Esse aumento da confiabilidade das plataformas digitais faz parte de um movimento de avanço da tecnologia – outro ponto ressaltado pela especialista em sua palestra.

Acessibilidade tecnológica

“Quanto mais uma tecnologia cresce, menor é o seu custo, e  isso afeta todos os mercados”, ressalta Daniela. A acessibilidade também foi tema importante abordado no bate papo “Carros do Futuro e o Impacto nas Vendas”, que trouxe as novidades tecnológicas das montadoras e investimentos que estão sendo feitos para que essas tecnologias fiquem cada vez mais acessíveis para o consumidor final.

“O futuro é elétrico”, declarou Ricardo Ichiai, que contou também que a Volvo já conta com um portfólio 100% eletrificado hoje, e que tem investido cada vez mais na melhoria da experiência de seus clientes – como mudança da plataforma multimídia dos carros para softwares da Google, por exemplo, para garantir uma maior conectividade para o consumidor.

Saiba mais: Carros elétricos no Brasil 2021: confira 5 modelos disponíveis

“O mundo dos Jetsons já chegou”, brincou Marina Willisch. “O que estamos vendo agora é apenas o começo. O ritmo de produção a partir de agora ficará muito mais rápido, pois a base de tecnologia já está pronta”, completou a VP da General Motors.

Carros com Inteligência Artificial

A mudança de software da Volvo, por exemplo, faz parte de uma tendência de mercado em busca de carros que ofereçam um maior conforto generalizado para os usuários. “A tendência é a transformação dos carros em uma plataforma tecnológica e a Inteligência Artificial oferecida por gigantes do setor, como a Google, fazem parte disso”, explica Ricardo.

Os seus anúncios de veículo estão chamando a atenção do público?

Baterias mais eficientes, carros com direção autônoma e conectividade são alguns exemplos de investimentos que têm sido feitos pelas montadoras. “O conforto geral do consumidor, desde o físico até o tecnológico, combinado com a praticidade no dia a dia transformam a experiência do transporte urbano”, pontua Marina.

O novo varejo

Uma das tendências apontadas por Daniela Klaiman na palestra sobre futurismo é a transformação dos pontos de venda em espaços de socialização. O cenário de pandemia visto nos últimos anos fez com que houvesse uma aceleração no processo de digitalização das vendas e consumo, e a especialista aponta que a partir de agora veremos uma ressignificação dos espaços físicos e as marcas precisarão se readaptar a esse novo contexto. “Iremos nos reconectar ao que realmente é a essência humana”, conta Klaiman, que aponta a humanização e a criatividade como exemplos de caminhos a serem tomados pelo setor de vendas.

A experiência nas concessionárias também foi um ponto abordado pelos participantes, que ressaltaram a importância do investimento no treinamento de equipe de vendas para que todos os profissionais envolvidos estejam capacitados para transmitir às novas tecnologias das marcas com confiança e transparência para os consumidores.

O Conecta Autos começou e para não ficar de fora das novidades do mercado automotivo você ainda pode se inscrever no evento. Mas corre, que é só até hoje!

Veja também:

Tendências do mercado automotivo em 2021: veja 4 novidades

Mercado digital automotivo: como transformar o seu negócio?

Como se reinventar no mercado automotivo? 2 histórias e 5 dicas

Black Friday

Receba nossos conteúdos em seu e-mail

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.