Como comprar carros usados na OLX? Dicas e guia de compra

Veja o passo a passo de como escolher e adquirir seu automóvel de forma segura na OLX.

Comprar carros usados na OLX ou de qualquer outra forma é um processo que exige atenção, mas que pode trazer grande economia. Especialmente em um momento como o atual, onde os preços estão elevados no setor automotivo e o investimento nos seminovos tem se mostrado uma escolha inteligente. Para te acompanhar nessa jornada, reunimos as principais dicas para comprar carros seminovos e usados de forma segura. Saiba como escolher, avaliar, negociar e escapar de armadilhas nessa hora. Confira!

Identifique as suas necessidades

A Busca por Interesse da OLX pode ajudar você a entender qual o carro ideal para a sua rotina. (Imagem: Reprodução/OLX)

Para saber como comprar carros usados na OLX, a primeira coisa é identificar quais são as suas necessidades. Você vai utilizá-lo no dia a dia, indo e voltando do trabalho ou precisa dele apenas para sua vida profissional? Você pretende usá-lo para passeios e fazer pequenas viagens?

Outras questões que devem ser levadas em consideração são:

  • Quantas pessoas irão dirigir o automóvel
  • Quantos serão passageiras do veículo com maior frequência
  • O limite do seu investimento para adquiri-lo. 

Você também pode considerar se quer um carro seminovo ou usado há mais tempo, o que reduz o preço. Analisando essas informações e identificando que tipo de veículo é o ideal para a sua rotina, fica mais fácil fazer sua pesquisa.  Se quiser uma ajuda, você pode fazer uma busca por Interesse na OLX, por lá é possível definir todos esses critérios de escolha e entender melhor qual o tipo de carro que você precisa.

Tabela FIPE: confira o preço médio dos carros que você está pesquisando

Com a tabela FIPE da OLX é possível descobrir o valor médio do carro que você procura. (Imagem: Reprodução/OLX)

O segundo passo é fazer uma pesquisa na Tabela FIPE para conferir o preço médio do carro usado que você deseja adquirir. Dessa forma, você saberá quais ofertas valem mais a pena para comprar carros seminovos ou usados, e quais têm preço elevado demais.

Saiba mais: Tabela Fipe de veículos: veja o preço médio de carros usados e novos na OLX

Lembramos que é sempre possível negociar diretamente com os anunciantes. Dessa forma, se você encontrar preços que parecem altos demais, pode pechinchar até alcançar um valor que está de acordo com a média.

Pesquise o preço do seguro dos modelos

Outro passo importante é o valor do seguro automóvel, que impacta significativamente no valor final que será gasto, principalmente nas despesas mensais. Por isso, recomendamos que seja feita uma cotação de seguro auto online para o veículo que te interessa. A simulação é gratuita e oferece uma média do preço e condições da cobertura. Levando isso em consideração, você tem uma visão mais clara de qual será seu investimento real.

Saiba mais: Cotação de Seguro Automotivo: como fazer e documentos necessários

Entre em contato com os anunciantes

É possível acessar o chat através do app da OLX para entrar em contato com os anunciantes. (Imagem: Reprodução/OLX)

Com essas informações em mãos, você está pronto para comprar carros usados na OLX! Pesquise na plataforma pelo modelo que deseja e salve os anúncios com os preços que te parecem justos. Nessa hora, se concentre na média de preços que você pesquisou e desconfie se eles estiverem abaixo do valor de mercado. 

Depois disso, entre em contato com os anunciantes e peça mais detalhes sobre o veículo, pergunte qual é a razão da venda e procure saber sobre detalhes do carro, como quilometragem e histórico. Desconfie de vendedores que alegam ter ganhado o modelo em promoções. Da mesma forma, jamais realize pagamentos com antecedência e não passe dados pessoais. Por segurança, também recomendamos que você se mantenha dentro do chat da OLX para conversar com os vendedores.

Saiba mais: Chat OLX: como funciona?

Além disso, pesquise o perfil da pessoa na plataforma, confira se está cadastrado há um tempo razoável e, caso seja muito recente ou não tenha vendas registradas, prossiga com cautela.

Cheque a documentação do carro

Uma vez que você estiver seguro com relação ao anúncio, está na hora da próxima etapa: solicite que o anunciante forneça a placa e o Renavam do veículo, que é seu número de registro. Com essas informações, você pode fazer uma consulta diretamente no banco de dados do governo e conferir se o veículo sofreu acidentes, se tem registro de furto, multas, histórico de proprietários e situação do licenciamento. Assim, você evita dores de cabeça e também pode confirmar se está conversando com o verdadeiro dono do carro.

Conheça o carro e faça o test drive

Procure por sinais de acidentes na pintura do veículo e questione o vendedor. (Imagem: Reprodução/Shutterstock)

Se o carro está regular na consulta do Renavam, chegou a hora de conhecê-lo pessoalmente. Marque um encontro com o anunciante para ver o veículo, mas lembre-se de manter a cautela: escolha um lugar público e movimentado, se possível, vá acompanhado(a). Quando for verificar o veículo, tenha atenção, pois esta é uma das partes mais importantes do processo: o test drive. Antes de entrar no veículo, analise os seguintes pontos:

  • Chassi e parte mecânica: avalie as condições do motor, câmbio, volante, estrutura interna e suspensão para saber se há algum defeito. É uma boa ideia levar um especialista ou mecânico com você, caso não tenha conhecimento sobre o assunto.
  • Pintura: se o carro não estiver limpo, desconfie – nenhum vendedor desejoso de realizar negócio vai apresentar um produto em más condições para um possível comprador. Se estiver limpo, leve-o para um local iluminado e procure por arranhões, diferenças de tonalidade, que podem indicar remendos e consertos feitos após um acidente. Questione o anunciante se reparar algo desse tipo..
  • Vidros: observe se o parabrisas e demais vidros têm um número registrado, indicando que são originais. Esse número deve ser o mesmo do chassi, que está indicado no documento do veículo.
  • Faróis e lanternas: procure por infiltrações, embaçamento e escoriações nos faróis, setas e lanternas, que ficam na traseira. Ligue o veículo e confira se eles estão se acendendo como devem.
  • Rodas e pneus: analise o estado dos pneus, pois são componentes caros e, se estiverem em mau estado, precisarão ser substituídos. Cheque se as rodas estão empenadas.
  • Interior: observe as condições do estofamento dos bancos, encaixe dos painéis, funcionamento de luzes na cabine, porta-luvas, condição da manopla do câmbio e revestimento do volante. Se estiverem muito desgastados, indicam que o veículo rodou bastante e isso deve ser compatível com a quilometragem indicada. Lembre-se de também checar o porta-malas.
  • Acessórios: confira se todas as ferramentas exigidas por lei e demais acessórios continuam presentes no carro: estepe, macaco, chave de roda, chave de ignição reserva e manual do proprietário.
  • Portas e trancas: abra e feche todas as portas e vidros, e acione as trancas, para verificar se estão alinhados e funcionando. Lembre-se do porta-malas nessa hora também.

Conferindo todos esses itens, você já sabe quase tudo sobre o modelo que está conhecendo. Por fim, ligue o carro e leve-o para uma volta. Experimente passar em lombadas, acelerar um pouco e testar o freio. Não esqueça de se manter em locais seguros nessa hora também, e leve seu acompanhante com você.

Negocie preço e forma de pagamento na OLX

Através do Simulador de Financiamento da OLX você consegue conferir os valores do parcelamento e fechar negócio. (Imagem: Reprodução/OLX)

Se você gostou do veículo, chegou a última etapa de como comprar carros na OLX: a negociação e o pagamento. Nessa hora, converse com o vendedor e pechinche o preço se achar que há necessidade. Uma vez que chegar a um acordo, defina a forma de pagamento. Você pode fechar o negócio à vista ou fazer um financiamento através na OLX, inclusive, é possível consultar e simular as parcelas com antecedência nesse link. Nossa plataforma oferece acesso direto ao parcelamento do valor com a parceria dos bancos Santander e Itaú.

Veja também:

Receba nossos conteúdos em seu e-mail